Anti-cheating: Isso muda mesmo a sua vida?

16788204_10212529143211527_1974258736_n

Com anúncio do sistema anti-cheating, o BattlEye, que será implementado pela CipSoft no próximo mês, fica a expectativa da inauguração de uma nova fase, quem sabe mais exitosa, na luta contra os cheaters. Decerto, este período pode marcar o início do declínio de diversas outras formas de fraudes e de abusos que são retroalimentadas pela utilização desmedida de softwares ilegais.

Uma vez que o funcionamento do sistema anti-cheating se dê de forma plena e efetiva, bloqueando ferramentas e outras aplicações não autorizadas, será inevitável um progressivo (mas provavelmente lento) desabamento de uma estrutura de poder sobre a qual se assenta a maioria das atuais guilds dominantes. Essa estrutura de poder a qual me refiro foi erigida no decurso das duas décadas de existência do Tibia, garantindo à pequenos grupos de jogadores controle total ou parcial de diversos servidores. Para tanto, a utilização de cheats foi indubitavelmente imprescindível.

Sobre essa mesma estrutura de poder, também emergiu uma enorme rede, que passou a comercializar irregularmente produtos e serviços do Tibia. O mercado negro de gold, que intensifica substancialmente o poder de muitas das atuais guilds dominantes, mas que todavia tem nos cheats sua principal força motriz, pode não conseguir resistir e corre sério risco de ir paulatinamente à ruína. Se não falir, o comércio irregular de gold certamente não lucrará tanto quanto hoje, uma vez que não mais poderá lançar mão de seu arsenal de personagens-robô.

O anúncio da implementação do BattlEye também chega para contestar um antigo postulado, reproduzido reiteradamente por muitos dos tibianos, de que a CipSoft necessita da presença de cheaters no jogo (afirma-se erroneamente que a empresa alemã lucra com a presença de cheaters no Tibia, e portanto evita comprometer sua atuação), ou ainda, que os cheaters são indispensáveis para o funcionamento da economia tibiana (o que, por sinal, pode ser facilmente refutado, talvez em um outro momento).

Agora, resta-nos apenas aguardar ansiosamente, torcer pelo êxito do trabalho da CipSoft e pelo sucesso do BattlEye. Que os cheaters sejam definitivamente varridos do território tibiano e que a fraude não continue a prosperar!

Kankuro

Kankuro é Redator do BomDiaTibia.com e joga em Olympa.

6 Comentários para: “Anti-cheating: Isso muda mesmo a sua vida?

  1. Kawaai

    Pra mim é uma jogada que mexe com quem abandonou o jogo depois de muitas tentativas de suportar a grande quantidade de usuários que fazem uso descontrolado de softwares ilegais e prejudicam quem deseja se divertir depois de muitas horas de estudo/trabalho diárias.

    Engana-se quem ache que bot é o carro-chefe de uma empresa que lotava seus servidores e que hoje atua com 15~20% dos ativos que tinha antes.

    Se bot fosse o alvo, porque se aprofundam e se dedicam tanto no desenvolvimento de mistérios para serem desvendados (muitos ainda incógnitos desde a criação) até hoje? Não faz sentido, faz? Pois é.

    A extinção de uma forma errada de jogo, ainda que demorada, acontece.

    Tenho minha esperança de que a Cipsoft consiga resgatar aquela nostalgia que tanto falamos.

    Vamos aguardar.

  2. Yuri Cordeiro

    Muito bom o texto Kankuro!

    Honestamente acho bastante difícil erradicar os BOTs. Acho que nenhum jogo conseguiu isso. De qualquer forma, reduzir drasticamente o número de players que utilizam do recurso ilegal é formidável. Temos que torcer para isto acontecer.

    Além dos pontos tocados, outro ponto que vai mudar bastante é o bom e velho PVP raiz… aquele que da bolha nos dedos! Acho que a criançada de hoje nem faz ideia do que é ter que fazer alguma coisa no PVP além de baixar algum script.

    Por fim, não acho que Tibia vá voltar a ser o que era antes, mas isto não é de todo o ruim. A nostalgia da época do 7.1 / 7.6 não vai voltar. O que teremos serão novas épocas. Boas, mas novas!

    1. Kankuro Resposta do autor

      Agradeço imensamente pelo seu feedback, Yuri!

      De fato, vivemos uma época inesquecível. Mas como dizia o filósofo pré-socrático Heráclito, ninguém entra em um mesmo rio uma segunda vez, pois quando isso acontece, já não se é o mesmo, assim como as águas, que já serão outras.

      O Tibia pode ser comparado às águas do rio de Heráclito, porquanto é fluxo, é vir-a-ser constante. Por isso concordo com você: O Tibia jamais será o que foi um dia, porque se constitui a cada instante em algo novo.

      Que venham as mudanças – as boas mudanças!

Deixe uma resposta